AMSTERDÃ :: CANAIS E LEIDSEPLEIN

Como deve ter visto no meu Instagram (@cystorck), passei os últimos 10 dias viajando entre Amsterdã e Paris. Que sonho conhecer mais uma cidade linda da Europa e retornar à Paris pela quarta vez. Dessa vez, viajei com minha irmã e não sozinha, como de costume, e que delícia dividir os momentos com a pessoa mais amada da vida, né? Paris é a minha cidade número 1 no mundo (depois de Niterói e Cantagalo, claro, mas estas são os números zero na minha escala de "cidades do coração") e agora, depois que conheci Amsterdã, esta passou a ser a de número 2. Barcelona perdeu o posto de vice, fazer o quê se Amsterdã arrebatou meu coração de um jeito...

Ficamos pertinho da Leidseplein e esta foi uma ótima escolha. Ao lado da praça dos museus (Museumplein), do Vondelpark e da rua Leidsestraat. Coisa de 15 minutinhos de bonde para a região da Dam e da Centraal Station. Uma dica boa para ir do aeroporto Schiphol até o hotel são as shuttles. Consulta no site Conexxion Schiphol Hotel Shuttle se há vans para seu hotel. O quiosque para comprar o ticket fica perto do Starbucks (Amsterdam Shuttle Desk - arrivals 4). Se você tiver perto da Centraal Station pode pegar o trem direto também. 

Amsterdã é para conhecer à pé ou de bicicleta, meio de transporte oficial na cidade. Eu não me arrisquei, é uma coisa meio de louco, parece que você vai morrer atropelado por uma bike a qualquer momento. O frio castigou um pouco nessa época também, apesar de ser primavera. A verdade é que acho que a gente não está acostumado com 13, 14 graus, aí o ventinho gelado assusta mesmo.

Nesse primeiro dia, caminhamos pela Leidsestraat e conhecemos os três principais canais: Prinsengracht (do "príncipe"); Keisergracht (do "imperador") e o Herengracht (dos "senhores"). Com tanta letrinha e vogais duplas, depois você acostuma com o nome das ruas e consegue até pronunciar o teatro da cidade, o Stadsschouwburg. Passamos pela Koningsplein, passando por mais um canal, o Singel, onde há o mercado flutuante de flores (Bloemenmarkt) e a Torre da Moeda (Munttoren), e chegamos até a Spui e o comecinho da Kalverstraat, que também tem muitas lojas, Zara, H&Ms, MAC, Diesel, Mango, etc... Pertinho daqui fica a Rembrandplein, que também é cheia de bares e restaurantes. Minha dica é uma parada no Van Dobben para um broodje croquet maravilhoso! 

Mercado de flores no canal Singel
Torre da Moeda vista da Kalverstraat
Rembrandplein
Van Dobben (Korte Reguliersdwarsstraat, 5)


Casaco e pashimina Renner; Tricô e legging Maria Filó; botas City Shoes; bolsa Osklen
Luciana Maciel disse...

Oi Cynthia, você se incomodaria de me dizer em qual hotel você ficou em Amsterdã e em Paris? Obrigada! Beijo!

Cy disse...

Oi Luciana, te respondi por Facebook, tá!
bjo
Cy



                  

2015 - Cynthia Storck - Todos os direitos reservados. Layout por Mari Bombonato